quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Comunidade escolar reage à decisão da SEMED de mudança nas escolas municipais Ipitanga e Fênix

Escola Municipal Ipitanga
Arbitrariamente a SEMED decidiu mudar os segmentos de ensino nas escolas sem consultar os profissionais nem Conselho Escolar

A ASPROLF SINDICATO se reuniu mais uma vez com diretores e comunidade escolar da escola municipal Ipitanga no Centro de Lauro de Freitas para discutir a mudança proposta imposta para o ano letivo de 2015 tanto na escola municipal SEMED para as duas unidades de ensino. Pela proposta da secretaria de educação as escolas vão trocar de segmentos; a Ipitanga que trabalha com o Ensino Fundamental II e a Fênix Fundamenta I e II. A secretaria quer unificar o Ensino Fundamental I na escola Ipitanga e o II na Fênix. De acordo com a SEMED houve uma orientação do MPE – Ministério Público do Estado, em realizar tais mudanças com o objetivo de organizar a rede. O problema é além da falta de consulta profissionais em educação e à comunidade escolar e a falta de segurança nos locais.
Escola Municipal Fênix

Foram realizadas reuniões com a ASPROLF e os representantes das escolas e pais de alunos e um representante da secretaria municipal de educação. Os encontros aconteceram na última segunda-feira (15) na escola Fênix e terça (16) e quarta-feira (17) na Ipitanga, sendo que na reunião de hoje, não se sabe o por quê, ninguém da SEMED esteve presente. 

O SINDICATO é contrário à decisão pela forma imposta pela secretaria, que não respeitou as instâncias deliberativas da escola (Colegiado Escolar). Na reunião de hoje as escolas tomaram suas decisões que serão levadas para uma reunião na próxima sexta-feira (19) às 16 horas na Casa do Conselho, Centro de Lauro de Freitas.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Aprovado! ASPROLF recebe Carta Sindical e faz festa junto com trabalhadores municipais da educação

 Coordenadoria Executiva da ASPROLF

A ASPROLF SINDICATO - Sindicato dos Trabalhadores em educação do Município de Lauro de Freitas fez ontem uma assembleia comemorativa para celebrar a conquista da Carta de Registro Sindical, uma luta de quatro anos. O documento que foi deferido pelo MTE – Ministério do Trabalho e Emprego, e publicado na edição do dia 26-11 do Diário Oficial da União (DOU) garante ainda mais força na luta pelos direitos e garantias em prol dos trabalhadores. A notícia da ‘aprovação’ da Carta Sindical foi recebida com imensa alegria pela ASPROLF, por isso os trabalhadores convocados para a assembleia comemorativa ontem à noite.

A festa que não poderia ter acontecido num lugar de nome predestinado, Casa do Trabalhador, Centro de Lauro de Freitas, contou com a presença dos servidores municipais da educação e foi uma noite de muita alegria e dança ao som da banda Samba de Momento.


O evento além de comemorar o recebimento da Carta Sindical também debateu os constantes atrasos da Prefeitura no pagamento dos serventuários – este foi o terceiro mês consecutivo que o problema aconteceu e a situação criou um mal estar dos servidores com relação à gestão. E em todas as ocasiões foi preciso a intervenção da ASPROLF para resolver a questão.

A aquisição da Carta de Registro Sindical é um marco para a ASPROLF SINDICATO e, sobretudo uma grande conquista que garante ainda mais força na luta pelos direitos e garantias em prol da classe trabalhadora. Por isso a ASPROLF realizou o evento para parabenizar a todos os trabalhadores em educação e a todos os que participaram dessa conquista mais que fundamental para entidade representativa da categoria. Parabéns à ASPROLF SINDICATO, parabéns trabalhadores/as em educação do município de Lauro de Freitas!!




Ação de Graças:Escola Municipal Gregório Pinto de Almeida dá show de beleza e arte na primeira edição da festa


Na primeira edição da festa de Ação de Graças da Escola Municipal de Tempo Integral Gregório Pinto de Almeida que aconteceu durante toda a manhã de hoje (10) foi um show de beleza e arte que encantou os presentes na festa.

O evento que contou com a presença da comunidade escolar, convidados e coordenadores executivos da ASPROLF, representados por Nícia Bastos, Andréia dos Anjos e Cléber Nazareno, teve como objetivo reunir professores, alunos e convidados para um dia de gratidão à Deus belas bênçãos e conquistas obtidas ao longo deste ano de 2014.

Tradição nos países dos Estados Unidos e no Canadá, o Dia de Ação de Graças foi apresentado hoje aos alunos da escola municipal Gregório Pinto de Almeida como forma de inserir neles um espírito de gratidão e valor pelas conquistas da vida. A primeira festa de Ação de Graças da escola começou com um culto ecumênico com o seminarista e professor Aurélio Agostinho, seguido de intervenções artísticas protagonizadas pelos próprios alunos que como uma verdadeira ‘casa dos artistas’ trouxeram boa música com ritmos dançantes e coral, além da delicadeza do balé e um presépio vivo; uma peça produzida e escrita pelo aluno Robert Luiz; e como ‘então é natal’, teve ainda Papai Noel e distribuição de presentes.


A festa também lembrou os 14 anos de fundação da escola e a implantação do sistema de ensino em tempo integral, primeiro no município de Lauro de Freitas, conquista destacada pela professora e diretora da escola, Maria do Socorro, homenageou a ASPROLF SINDICATO pela conquista da Carta de Registro Sindical e pela parceria com os trabalhadores em educação do município, também enfatizou que “o momento é de agradecer à Deus pelas muitas conquistas deste ano e agradecer também a todos os colaboradores pelo empenho na realização do projeto de ensino em tempo integral” – o que ela chamou de projeto divino.  Com o slogan de Escola do Futuro a escola municipal Gregório Pinto de Almeida com esse evento inédito mais uma vez saiu na frente fechou o ano com união e arte.



quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

ASPROLF SINDICATO convoca trabalhadores em educação para assembleia comemorativa na próxima terça-feira (9)


O encontro além de discutir temas de interesse da categoria vai terminar numa noite festiva com muito samba

A ASPROLF SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE LAURO DE FREITAS - BA convoca a categoria para assembleia extraordinária na próxima terça-feira (9) às 17h na Casa do Trabalhador, Centro de Lauro de Freitas. O encontro de caráter comemorativo é para celebrar o recebimento da Carta de Registro Sindical do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE, divulgado no último dia 26 no Diário Oficial da União. O documento de representação legítima é uma conquista de toda a categoria, representa mais força na luta pelos direitos do trabalhador em educação no município de Lauro de Freitas.

A reunião também vai discutir o constante atraso da Prefeitura no pagamento dos salários dos servidores municipais, problema que tem ocorrido nos últimos três meses e outros assuntos que ocorram durante a assembleia. A situação tem causado constrangimento e atrapalhado a vida financeira dos serventuários.

Ao final da assembleia acontecerá uma festa para comemorar o recebimento do Registro Sindical, com a participação da banda Samba de Momento. Toda a categoria está convidada para este evento que fecha com muita alegria, o ano de 2014.

O que: Assembleia extraordinária comemorativa
Quando: Dia 9, terça-feira às 17 horas
Onde: Casa do Trabalhador - Centro de Lauro de Freitas

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Mal Acostumado: Pelo terceiro mês consecutivo Prefeitura de Lauro de Freitas atrasa salários dos servidores


O mal hábito novamente gera mal estar aos serventuários e mais uma veza ASPROLF quer respostas;e a SEMED não atende

Pelo terceiro mês consecutivo a Prefeitura de Lauro de Freitas atrasa os salários dos servidores.O pagamento deveria estar na conta dos serventuários, desde o último dia útil de novembro pela manhã. Prejudicados, os trabalhadores municipais da educação recorreram à ASPROLF SINDICATO que mais uma vez procurou à SEMED – Secretaria Municipal da Educação, para resolver o problema, só que até agora a secretaria não deu respostas para a situação. A ASPROLF Sindicato continua investigando a reincidência da SEMED e quer saber a que horas de hoje o dinheiro entrará na conta dos trabalhadores. Vele lembrar que essa falta de compromisso está afetando também os demais servidores do município.

O mau costume em atrasar os vencimentos, novamente está aborrecendo e sobretudo prejudicando os trabalhadores, que tem compromissos financeiros que não esperam  pela boa vontade da Prefeitura. No mês passado, com a mesma situação, a SEMED responsabilizou a CEF (Caixa Econômica Federal) pelo atraso ocorrido; mas e desta vez de quem é a culpa Prefeitura? A palavra de ordem é: Vamos acabar com esse Mau Costume!


quarta-feira, 26 de novembro de 2014

ASPROLF SINDICATO participou da apresentação de projeto cultural na Escola Gregório Pinto de Almeida

Alunos, professores e convidados envolvidos no projeto Amantes do Conhecimento deram show de arte e cultura com intervenções artísticas com música, poesia, contação de história 


O dia hoje foi de cidadania, cultura e arte na Escola Municipal Gregório Pinto Almeida em Lauro de Freitas. Alunos e a comunidade escolar apresentaram hoje (26) ao público, o resultado do Projeto Amantes do Conhecimento que contou com a presença da ASPROLF SINDICATO – Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município de Lauro de Freitas, com a coordenadora executiva da entidade, Nícia Bastos na composição da mesa de convidados do evento, que recebeu também escritores de Lauro de Freitas e autoridades, como a secretária municipal de educação, Adriana Paiva.

O projeto que foi desenvolvido em três etapas; Educação em Direitos Humanos, Oficinas de Arte e Educação e Ações nas Comunidades, foi uma oportunidade para os alunos aprenderem e viveram civilidade, cultura e noções de responsabilidade dentro e foram do ambiente escolar. Para a diretora da escola, professora Maria do Socorro, esse projeto está salvando vidas e resgatando jovens do risco, além de está formando e transformando cidadãos. Socorro destacou ainda um outro projeto da Escola Gregório Pinto de Almeida, inédito no município que é o Ensino de Jovens e Adultos à Distância – EJA EAD, que tem como objetivo conter e diminuir o índice de evasão escolar. O documento vai agora para a SEMED para apreciação e análise.

O evento que também abordou violência nas escolas pela promoção da cultura da paz no espaço escolar e na comunidade, tema muito discutido ao longo desse ano pelo Sindicato, que defendeu soluções para essa temática dentro de escolas tanto num episódio particular em uma escola municipal de Lauro de Freitas, quanto durante palestra com a juíza da Vara da Infância e Juventude no XIV Congresso ASPROLF, ocorrido no mês passado.

Agora é Oficial: ASPROLF torna-se SINDICATO e fortalece ainda mais a luta em defesa dos trabalhadores em educação em Lauro de Freitas

Posse da nova Coordenadoria Executiva da ASPROLF em dezembro de 2013 
O deferimento do registro sindical, publicado hoje no Diário Oficial da União (DOU), fortalece ainda mais a luta da categoria

O Secretário de Relações do Relações do Trabalho Substituto, no uso de suas atribuições legais, com fundamento na Portaria 326, publicada em 11 de março de 2013, e na Nota Técnica 1528/2014/CGRS/SRT/MTE, resolve DEFERIR o registro sindical ao ASPROLF - Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal do Município de Lauro de Freitas - BA, processo 46204.010234/2011-31, CNPJ 31.697.195/0001-67, para representar a Categoria dos Trabalhadores da educação do ensino infantil e fundamental de rede municipal, com abrangência municipal e base territorial no município de Lauro de Freitas – BA.(DOU, 26/11/2014, Seção 1).
                                                                                                                          
Hoje é dia de festa para a ASPROLF – SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE LAURO DE FREITAS - BA, que recebeu, com imensa alegria, do Ministério do Trabalho e Emprego, o deferimento da Carta de Registro Sindical, que autoriza a atividade sindical para representar a Categoria da educação, o que representa mais força na luta pelos direitos do trabalhador em educação no município de Lauro de Freitas. A Carta de Registro Sindical é um meio legítimo de garantir a representatividade de uma entidade associativa.

Fundada em abril de 1989, a ASPROLF nasceu como Associação dos Professores do Município de Lauro de Freitas, transformou-se em Associação dos Trabalhadores em Educação em 2001 e, em 2010, o Congresso dos trabalhadores em educação alterou sua natureza jurídica para ASPROLF – Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Municipal do Município de Lauro de Freitas, que protocolou sua alteração em 2011, no Ministério de Trabalho e Emprego – MTE. Desde então seguiu na busca pelo Registro Sindical, que no início deste ano recebeu uma Nota Técnica no Diário Oficial da União desse registro, dando prazo de contestação em 30 dias a partir da publicação. Hoje 26 de novembro de 2014, para celebrar não apenas os 25 anos do Sindicato, além dessa trajetória de lutas e conquista em prol da educação e dos educadores do município, a ASPROLF recebeu definitivamente o deferimento do registro sindical, publicado no Diário Oficial da União, Seção 1, Nº 229, quarta-feira, 26 de novembro de 2014.

Com essa notícia, a ASPROLF parabeniza a todos os trabalhadores em educação e a todos os que participaram dessa conquista mais que fundamental para entidade representativa da categoria. Parabéns trabalhadores/as em educação!!!

Clique aqui e confira o deferimento do Registro Sindical.