quinta-feira, 24 de abril de 2014

Campanha Salarial 2014

Reunião do dia 22/04


Na tarde desta terça-feira (22), aconteceu mais uma reunião entre a ASPROLF e o governo municipal, que durou mais de quatro horas. A reunião foi tensa, mas a comissão da ASPROLF defendeu muito bem sua bandeira de luta salarial.
O prefeito Márcio Paiva alegou mais uma vez dificuldade em atender a proposta feita pelos representantes dos trabalhadores em educação, argumentando que avançou num conjunto de propostas trazidas pela ASPROLF. A comissão, por parte da ASPROLF, defendeu que a Administração Pública precisa continuar avançando na perspectiva de valorização dos trabalhadores em educação, garantindo para isso um reajuste maior. Mas o governo resistiu e disse que não pode passar dos 8,5%, caso contrário terá problemas para honrar com o salário dos servidores.
Os representantes da entidade sindical afirmaram que tinham uma nova proposta, mas que só poderiam apresentar ao governo depois de uma discussão com a base e aprovação na próxima assembleia, que ocorreria no dia 23/04. Após apresentaria ao Executivo.
Foi marcada uma nova reunião para o dia 29/04 (terça-feira), às 15h.


Assembleia do dia 23


Os trabalhadores em educação de Lauro de Freitas se reuniram, em assembleia, nesta quarta-feira (23), para discutir a proposta apresentada pelo governo na reunião que aconteceu no dia anterior.

De acordo a ASPROLF, o governo está firme na sua proposta de 8,5%, alegando que com o atendimento e cumprimento de algumas outras bandeiras da categoria, houve um impacto financeiro muito grande no orçamento municipal. Ainda de acordo com a entidade sindical, se não há como avançar no índice do reajuste, a saída para a classe trabalhadora nesse momento é a revisão do Estatuto e Plano de Carreira, unificando os trabalhadores em educação e melhorando os avanços.
Após várias discussões pela base, a proposta foi encaminhada para a categoria que a aprovou da seguinte forma:
Aceitação do índice de 8,5, condicionado a revisão do Estatuto e Plano de Carreira Já, mais o conjunto de proposta apresentada pelo governo.
Foi marcada nova assembleia para o dia 29/04 (terça-feira), às 15h, na Escola Municipal Dois de Julho, na Itinga.






ASPROLF

Sindicato dos Trabalhadores em Educação
Não abra mão dos seus direitos!

terça-feira, 22 de abril de 2014

DIAS 23,24 e 25 não tem paralisação.


Veicula-se na internet a paralisação nos dias 23, 24 e 25 é falsa, trata-se de uma campanha antiga da CNTE, que pessoas maldosas estão aproveitando para confundir a categoria.

ASPROLF


A ASPROLF - Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Lauro de Freitas convoca os profissionais da educação escolar para Assembleia Geral extraordinária, que acontecerá no dia 23 de abril (quarta-feira), às 09h, na Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (AFPEB) para debater sobre os seguintes pontos de pauta:

 1. Informes;

 2. Campanha Salarial;

 3. O que ocorrer.



ASPROLF
Sindicato dos Trabalhadores em Educação
Não abra mão dos seus direitos!

sábado, 19 de abril de 2014

A prisão do vereador Prisco!


Devido prisão do vereador Prisco (PSDB) na tarde desta sexta-feira (18), o deputado estadual Capitão Tadeu (PSB) convocou os Policiais Militares da Bahia a retomarem a greve em entrevista na Rádio Sociedade. “A prisão do líder do movimento grevista foi uma traição do governo Wagner” e ele próprio decidiu assumir a liderança convocando todos os policiais a pararem as atividades. Circula também um comunicado de policiais com a mesma conclamação.  


Leia íntegra de alguns comunicados:

Urgência solicitando a paralisação dos PM’s. Leia íntegra dos comunicados:
Moção de Repúdio ao governo pela traição aos Policiais Militares.  Após Prisco ter feito um acordo com o governo para o final da greve, mesmo contrariando parte da tropa, o governo trai a boa vontade dos policiais militares e manda prender Prisco um dia após o acordo que pôs fim à greve, caracterizando um ato de traição do governo contra os policiais militares. Dessa forma, neste momento, por exigência dos policiais militares, saiu da condição de moderador e assumo a liderança do movimento. Dessa forma, conclamo toda a tropa para suspender as atividades imediatamente até que o governo providencie a soltura de Prisco. Ssa , 18/4/2014. Cap. Tadeu.




O tempo é o senhor de razão, já havia sido questionada a todos os funcionários na assembleia da FETRAB quarta-feira (16) no Ginásio de Esportes do Sindicato dos Bancários , por outras lideranças sindicais, a forma desrespeitosa que vem sendo tratados os funcionários públicos do Estado da Bahia.  







ASPROLF
Sindicato dos Trabalhadores em Educação
Não abra mão dos seus direitos!

sexta-feira, 18 de abril de 2014

A Semana Santa é uma lembrança religiosa cristã que celebra a Paixão, a Morte e a ressurreição de Jesus Cristo. Inicia-se no Domingo de Ramos, onde se faz memória da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, e tem seu término com a ressurreição de Jesus Cristo, que ocorre no domingo de Páscoa.


Uma semana santa de paz...


A greve da Polícia Militar da Bahia graças a Deus, foi encerrada na tarde desta quinta-feira (17) após assembleia realizada entre líderes do movimento e PMs, no Wet'n Wild, espaço de shows em Salvador, onde parte da corporação permaneceu acampada desde a noite de terça-feira (15), quando o movimento foi iniciado. Logo após a assembleia, os policiais comemoraram bastante e gritaram em coro "A PM voltou".

Nesse contexto; ASPROLF deseja muita paz.  

quarta-feira, 16 de abril de 2014

ASPROLF na assembleia da FETRAB

A greve dos policiais e bombeiros militares decretou uma espécie de toque de recolher tácito em Salvador e região metropolitana, na noite desta terça-feira.  Antes mesmo da deflagração do movimento, que aconteceu por volta das 19h40, após assembleia da categoria, a cidade já estava sobressaltada, com muitos rumores de arrastões e assaltos; longos engarrafamentos nas principais vias e corredores e informações desencontradas sobre a circulação dos transportes coletivos na capital baiana.
Nesse contexto foi realizada hoje as 09h00min no Ginásio de Esportes do Sindicato dos Bancários a assembleia geral convocada pela FETRAB tendo como pauta:

  • Campanha salarial 2014;
  • Reajuste linear;
  • Pagamento da URV.


Iniciou-se os trabalhos com os informes do SINPOJUD, SINDSAÚDE-BA, ATEBA, SINSPEB, SINDPOC, SINDSEFAZ, ASDERBA, ASMOEB, APLB.
A plateia queria uma discursão aprofundada a respeito da companha salarial 2014, onde os discursos exposto pela mesa, eram recebidos pela plenária com vaias, demonstrando toda a indignação dos funcionários estaduais com o rumo da assembleia, que não atendia aos seus anseios.
Quando foi aberta a fala para outras entidades presentes, o coordenador geral da ASPROLF Valdir destacou a necessidade de respeito aos funcionários públicos, enfatizando o descaso do governo e defendendo como resposta a greve geral na Bahia.  


Greve, greve, greve foi a vontade da plenária, mas apresentando a desculpa frágil de que o fórum de decisão deveria ser as assembleias sindicais e não na assembleia da federação, Indiferente a plenária a FETRAB  não encaminhou nenhuma votação e encerrou os trabalhos, o que causou profunda indignação dos presentes.     

terça-feira, 15 de abril de 2014

ASSEMBLEIA DOS(AS) PROFESSORES(AS) ESTADUAIS TEVE CLIMA TENSO!





Hoje, dia 15 de abril, houve uma Assembleia dos(as) professores(as) , o clima foi tenso!!! A categoria saiu visivelmente insatisfeita com o resultado e o desenrolar da Assembleia.

Os Professores Garrido , Valdir e Cleber, que são da Coordenação da ASPROLF participaram da Assembleia.

Foi uma Assembleia muito movimentada e, como já dissemos, bastante tensa...A categoria está querendo ver a reversão da proposta do governo e também manifestou indignação pela assinatura de um acordo com o governo sem consulta em assembleia.

Amanhã haverá nova Assembleia Geral, convocada pela FETRAB, agora do conjunto de servidores públicos estaduais, a insatisfação com o governo é clara...


Estamos para enfrentar mais uma greve de Policiais Militares, a insatisfação com o governo do Estado materializa-se a cada dia.